Contactos

DOMOFORTE Soluções em Iluminação Natural

  • Pessoa de contato: Equipe Domoforte
  • Telefone: +55 (19) 3326-65-76
  • +55 (19) 99609-54-74
  • Skype: domoforte
  • Endereço postal: r.s carlos silva 321, Campinas, São Paulo, 13095-210, Brasil

Horário de funcionamento

Renovações do site

Madeira plástica: uma solução sustentável/ GISLEINE CRUZ PORTUGAL

Madeira plástica: uma solução sustentável/ GISLEINE CRUZ PORTUGAL

08/07/13

Madeira plástica: uma solução sustentável
Gisleine Cruz Portugal

Quando o assunto é o meio ambiente, sabe-se que o volume de lixo doméstico produzido é um dos grandes vilões. Cada produto que se consome hoje em dia produz uma quantidade enorme de resíduos, principalmente plásticos, que costumam ir para aterros sanitários sem ser dada a eles nenhuma finalidade. E, mesmo quando esses resíduos são de materiais recicláveis, apenas uma pequena parcela deles passa, de fato, por processos de reciclagem.
Frente a isso, algumas empresas começaram a mostrar iniciativas para a solução desse problema, e uma delas em particular é muito interessante: a madeira plástica. Com aplicações similares à da madeira natural, ela é composta em 100% de material reciclado de borracha e plástico de diversos tipos, reduzindo com isso o abate de madeiras e a quantidade de lixo depositado no ambiente.
No processamento desse material, os resíduos plásticos são separados em filmes e plásticos rígidos, de forma que os filmes são picotados e vão direto para um aglutinador que os aquecem e os transformam em flocos. Já os materiais sólidos passam por moagem e separação de possíveis materiais ferrosos presentes. Ao fim, tudo é armazenado e levado a um misturador, onde o material é fundido e homogeneizado, recebendo seu formato final em moldes.
A madeira plástica apresenta diversas vantagens em relação à madeira natural, dentre elas: maior imunidade às pragas, como cupins, insetos e roedores; não absorve a umidade e, em conseqüência, não mofa; é fácil de ser limpa com água e sabão, é impermeável e antiderrapante. Esse produto sintético tem boa resistência, podendo ser aplicado em situações que requeiram durabilidade.
Entretanto, ela não pode ser uma substituta completa da madeira, pois não apresenta resistência mecânica suficiente quando submetida a grandes tensões, como em elementos estruturais de casas ou algumas peças de mobiliário; e necessita de mais estudos quanto a sua flamabilidade.
Nos Estados Unidos, onde esse material é mais comum, é aplicado na fabricação de mesas de piquenique, bancos de jardim, cercas, pisos de áreas externas e até playgrounds. No Brasil, esse produto chega ao mercado não só como uma solução sustentável, mas também como um gerador de empregos nas diversas etapas de sua produção: desde a coleta do material até a sua venda. O mercado brasileiro de reciclagem de plástico aparenta ser muito promissor, dado o momento favorável de discussão sobre as questões ambientais.
Apesar de parecer ser uma solução para o problema do lixo urbano, a produção da madeira plástica precisa vencer alguns desafios. Infelizmente, a madeira ilegal é usada nas construções civis, já que seu custo é geralmente inferior. Além disso, as usinas de reciclagem nem sempre conseguem o material em condições adequadas para seu processamento, como homogeneidade na cor e textura dos plásticos e um bom estado de limpeza. Esses são fatores que indicam a necessidade de melhorar o sistema de coleta de resíduos, que nem sempre recebem recursos financeiros suficientes.
O incentivo a iniciativas sustentáveis como essa não vem só de órgãos governamentais, mas também dos consumidores. A nossa aceitação a produtos inovadores e sustentáveis é fundamental para que esse mercado continue crescendo. Ao comprarmos um produto é difícil saber sobre sua procedência, mas está ao nosso alcance verificar a existência no mercado de materiais como a madeira plástica, que são feitos de resíduos reciclados e são recicláveis, com a proposta de serem menos agressivos ao ambiente.

Fonte: GISLEINE CUZ PORTUGAL

Artigos anteriores
Inovação em negócios sustentáveis
Inovação em negócios sustentáveis

27/05/13

“o consumidor queria descartar corretamente os resíduos passíveis de reciclagem, mas não sabia como. A central é um serviço gratuito, de utilidade pública e, para localizar um ponto de descarte, agora basta entrar no site, clicar no material que deseja reciclar e digitar o nome da sua cidade”.
LUZ, eis a questão principal- 1ª,
LUZ, eis a questão principal- 1ª,

31/03/13

Nota:" trecho da entrevista do Arquiteto Kengo Kuma á Agência Estado , e publicada no Correio Popular de Campinas em 31/03/2013"
ALTERNATIVAS PARA A SUA CONSTRUÇÃO
ALTERNATIVAS PARA A SUA CONSTRUÇÃO

04/03/13

PARA A SUA CONSTRUÇÃO ALTERNATIVAS COM ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE